06 de Agosto de 2021

A Hipertensão Arterial é uma doença crônica relacionada a altos níveis de pressão sanguínea nas artérias, fazendo com que o coração tenha que trabalhar mais e exercer um maior esforço do que o normal para circular o sangue dos vasos sanguíneos. Em períodos de baixa temperatura esse fator só aumenta visto que ocorre uma vasoconstrição dos vasos sanguíneos, aumentando assim o risco de uma maior complicação. Segundo a 7 Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia(SBC), somente no Brasil, a hipertensão atinge 32,5% dos indivíduos adultos (cerca de 40 milhões) de brasileiros, contribuindo de maneira direta e indiretamente para 50% das mortes relacionadas a doenças cardiovasculares.


Inúmeros fatores influenciam nos níveis de pressão arterial, entre eles podemos citar alguns: Sedentarismo, alimentação, tabagismo, obesidade, estresse, entre outros. Por isso, a musculação tem sido recomendada no combate do aumento da doença, sendo parte integrante em um programa, pensado em coletivo com médicos e profissionais da educação física, com a finalidade de reduzir riscos cardiovasculares.


Como aposta, vários estudos apontam que existem muitos benefícios do treino de força para com o hipertenso, podemos destacar: redução da pressão arterial crônica e aguda, melhora da resposta vascular, melhora da circulação, redução de marcadores inflamatórios, melhora da sensibilidade a insulina entre outros. Dessa forma, o treinamento de força se destaca como um dos mais importantes métodos de intervenção não farmacológica na prevenção e tratamento da hipertensão arterial.